Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Arábia Saudita acolhe trégua de dois meses no Iêmen

Após sete anos de conflito no Iêmen uma nova trégua terá início no mês sagrado do Ramadã

Neste sábado (2), a Arábia Saudita confirmou seu comprometimento com uma trégua de dois meses promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU) no Iêmen assolado pela guerra.

As informações são da agência de notícias Anadolu.

Em nota, o Ministério de Relações Exteriores da Arábia Saudita afirmou apoiar a trégua anunciada por Hans Grundberg, enviado especial da ONU, a fim de suspender todas as operações militares no território iemenita e na fronteira saudita.

A chancelaria enalteceu os esforços de Grundberg para alcançar o cessar-fogo, conforme propostas sauditas de março do último ano, com o intuito de “encerrar a crise iemenita e conquistar uma solução política abrangente”.

Na sexta-feira (1°), Grundberg informou que as partes em confronto consentiram com uma trégua de dois meses “há muito necessária”, sob a qual todas os ataques por terra, mar e ar devem ser suspensos.

A trégua teve início às 19 horas do horário local (16h00 GMT).

Na terça-feira (29), a coalizão saudita, que enfrenta os houthis no Iêmen, prometeu suspender suas operações para garantir o êxito das consultas em curso e criar um ambiente favorável aos esforços de paz, sobretudo durante o mês do Ramadã, sagrado para os muçulmanos.

O Iêmen é tomado por violência e instabilidade desde 2014, quando houthis ligados a Teerã capturaram boa parte do país, incluindo a capital Sanaa. Segundo a ONU, trata-se de uma das piores crises humanitárias feitas pelo homem na história moderna.

LEIA: Israel pede ao Egito para impedir escalada na Faixa de Gaza

Categorias
Arábia SauditaIêmenNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments