Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Preço do pão sobe 35% no Iêmen devido à guerra na Ucrânia, diz Oxfam

1
Uma criança iemenita deslocada, que fugiu da província de Saada com sua família devido a combates entre rebeldes xiitas houthis e forças leais ao presidente exilado do Iêmen Abedrabbo Mansour Hadi, come pão em uma escola transformada em abrigo na capital, Sanaa, em 19 de agosto de 2015 [Mohammed Huwais/AFP via Getty Images]

A agência internacional de ajuda Oxfam disse hoje que os preços do pão no Iêmen aumentaram até 35 por cento desde o início da guerra na Ucrânia, informou a Agência Anadolu. A ONG destacou que o Iêmen importa 42 por cento de seus grãos da Ucrânia, mas o fornecimento foi interrompido pela invasão russa e pela guerra, que começou em 24 de fevereiro.

“Em Sanaa”, disse a Oxfam, “o pão subiu 35 por cento na semana em que os combates começaram”. O custo humano da guerra no próprio Iêmen, acrescentou, está aumentando acentuadamente à medida que o conflito entra em seu oitavo ano. “O número de mortes de civis aumentou acentuadamente, a fome está aumentando e três quartos da população precisam urgentemente de apoio humanitário”.

A crise de combustível do Iêmen também piorou. “Os preços subiram 543 por cento desde 2019, triplicando apenas nos últimos três meses. As filas nos postos de gasolina são tão longas que podem levar três dias para chegar ao pátio.”

A ONU deve lançar um apelo por um pacote de ajuda no valor de US$ 4,3 bilhões para ajudar mais de 17 milhões de pessoas no Iêmen, que foi engolido pela violência e instabilidade desde 2014. Foi quando os houthis alinhados ao Irã capturaram grande parte do país, incluindo a capital, Sanaa. Uma coalizão liderada pela Arábia Saudita entrou na guerra em 2015 em um esforço para conter a influência do Irã na área.

O conflito criou uma das piores crises humanitárias provocadas pelo homem no mundo. De acordo com as últimas estimativas da ONU, cerca de 23,4 milhões de pessoas precisam de assistência e proteção humanitária, e mais de 19 milhões correm o risco de passar fome.

LEIA: Picos de preços de alimentos de guerra na Ucrânia podem empurrar 40 milhões para grupo de pobreza extrema

Categorias
Europa & RússiaIêmenNotíciaOriente MédioRússiaUcrânia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments