Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Mulheres talham seu próprio caminho com carpintaria em Gaza

Mulheres de uma aldeia beduína superaram estigmas e tornaram-se carpinteiras em Gaza, fabricando utensílios e brinquedos educativos para o território sitiado

Sete mulheres de uma aldeia beduína no norte da Faixa de Gaza superaram estigmas e tornaram-se carpinteiras, ao produzir brinquedos educativos para o território sitiado.

Sua conquista deve-se aos trabalhos da Associação e Cooperativa Zeina de Artesanato, em Beit Hanun, que auxilia as mulheres a operar ferramentas pesadas com segurança para sobreviver e sustentar suas famílias.

Ghadeer Tayeh emprega uma serra de corte para produzir brinquedos educativos para crianças com necessidades especiais, além de pingentes de madeira e caixas para colher morangos nas fazendas de Gaza.

Muitos dos itens eram previamente importados, mas agora têm fabricação local.

Sobre romper barreiras, comenta Tayeh: “Como residentes de uma aldeia beduína que adere a costumes e tradições bastante rigorosos, enfrentamos muitas dificuldades, sobretudo pelo fato de que é uma profissão atribuída aos homens”.

Não obstante, Tayeh observa que as mulheres querem participar de feiras internacionais e levar seus produtos a todo o planeta. O uso de equipamentos e maquinário adequado, sob diretrizes de segurança, aperfeiçoou suas criações.

ASSISTA: Livraria icônica de Gaza bombardeada por Israel reabre

Categorias
NotíciaOriente MédioPalestinaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments