Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Palestinos protestam contra aumento de preços e caos de segurança na Cisjordânia

Caminhões bloqueiam uma avenida enquanto as pessoas se reúnem para protestar contra a Autoridade Palestina, os altos impostos e o custo de vida, na cidade ocupada de Hebron, na Cisjordânia, em 6 de fevereiro de 2022 [Hazem Bader/AFP via Getty Images]

Palestinos nas cidades ocupadas de Hebron e Belém, na Cisjordânia, realizaram protestos contra aumentos de preços e caos de segurança, pedindo que a Autoridade Palestina (AP) assuma sua responsabilidade em relação a eles.

Caminhoneiros e taxistas participaram dos protestos, que ocorreram nos centros das duas cidades. Os motoristas e outros manifestantes gritavam: “Não aos aumentos de preços… Queremos viver”.

Eles também pediram que a AP reduza os preços, cancele novos impostos, bem como acabe com o caos de segurança, principalmente em Hebron.

O membro do Sindicato Público para Trabalhadores de Transporte Adel Amr disse: “Nossa mensagem para a AP é clara: queremos viver com dignidade e rejeitamos os aumentos de preços”.

Ele acrescentou: “Pedimos que a AP aumente seu escrutínio sobre os mercados locais, leve aqueles que brincam com os preços aos tribunais para puni-los e cancele os impostos determinados pelo Ministério das Finanças”.

Isam Takrori, um dos manifestantes, disse: “Os protestos We Want to Live esperam que o governo reduza os impostos, bem como reduza os preços dos combustíveis e dos alimentos”.

Os protestos vieram após várias medidas impostas pela AP, incluindo a imposição de novos impostos que levaram a aumentos notáveis ​​dos preços dos materiais básicos.

No sábado, o governo da AP declarou a formação de uma comissão para estudar e acompanhar a questão dos aumentos de preços nos mercados locais.

LEIA: FPLP reafirma boicote às reuniões do Conselho Nacional Palestino

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments