Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Síria se une à Iniciativa Cinturão e Rota da China

As bandeiras da Síria e da China [Louai Beshara/AFP via Getty Images]

A Síria e a China assinaram um memorando de entendimento sobre uma série de questões, trazendo Damasco para a iniciativa da Rota da Seda de Pequim.

Em reunião no prédio da Comissão de Planejamento e Cooperação Internacional, na capital síria, ontem, o acordo foi assinado pelo chefe da Comissão de Planejamento e Cooperação Internacional, Fadi Al-Khalil, e pelo embaixador chinês, Feng Biao.

Sob a iniciativa global da China chamada “Cinturão Econômico da Rota da Seda e a Rota da Seda Marítima do Século XXI”, o país pretende trazer outras nações para sua influência hegemônica criando parcerias com elas e investindo em suas infraestruturas e economias.

Desde 2013, Pequim já lançou projetos sob a iniciativa em mais de 140 países em quatro continentes, com destaque para Paquistão, Cazaquistão, Afeganistão, Irã, Iraque, Áustria, Bielorrússia e a maioria das nações africanas.

LEIA: Negando o inevitável: Por que o Ocidente se recusa a aceitar o status de superpotência da China

Com a adesão da Síria à iniciativa, o governo de Bashar Al-Assad poderia agora ter acesso a uma cooperação mais ampla com a China e outros países parceiros nas áreas de comércio, tecnologia, transporte, economia, movimentação de indivíduos e diversas indústrias.

Também poderia permitir que o regime de Assad contornasse mais facilmente as sanções impostas pelos Estados Unidos e outras nações ocidentais, pois a iniciativa daria mais acesso a redes em outros países com o apoio de Pequim.

Na semana passada, Assad pediu a expansão do ‘Eixo da Resistência’, a aliança de Estados e atores não estatais que supostamente se opõem ao Ocidente, e muitos podem ver o memorando de entendimento assinado entre a Síria e a China como parte da tentativa de manifestação de Assad acerca desse objetivo.

Categorias
Ásia & AméricasChinaNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments