Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Presidente da Síria clama por expandir o ‘eixo de resistência’

Presidente da Síria Bashar al-Assad em Damasco, 9 de novembro de 2021 [WAM]

O Presidente da Síria Bashar al-Assad sugeriu nesta quinta-feira (6) que o chamado “eixo de resistência” seja ampliado no Oriente Médio e além, a fim de consolidar sua influência regional.

Segundo a agência estatal SANA, a assessora especial Buthaina Shaaban expressou as intenções do presidente durante um evento para marcar o segundo aniversário da morte de Qasem Soleimani, general iraniano assassinado em Bagdá por um ataque a drone estadunidense.

O “eixo de resistência” é uma aliança de países que proclamam contrapor a hegemonia ocidental e o “imperialismo”.

Seus principais componentes são Irã, Síria e Venezuela, além de grupos paramilitares xiitas ligados à república islâmica, como o Hezbollah no Líbano, as Forças de Mobilização Popular (FMP) no Iraque e o movimento houthi no Iêmen.

Alguns grupos palestinos são supostamente vinculados à coalizão — embora não sejam integralmente parte —, como o Hamas e a Jihad Islâmica.

Segundo Shabaan, Assad reafirmou a necessidade de “trabalhar por maior comunicação, harmonia e integração do eixo”. Para tanto, “redes de energia e transportes entre Irã, Iraque e Síria podem ser um bom começo, para conectar os países na região com boas relações”.

LEIA: Israel ataca porto da Síria pela segunda vez em um mês

Categorias
NotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments