Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Milhares de protestos ocorrem no Sudão após a renúncia do primeiro-ministro

Manifestantes marcham até o Palácio Presidencial durante uma manifestação exigindo o governo civil em Cartum, Sudão, em 25 de dezembro de 2021 [Mahmoud Hjaj/Agência Anadolu]

Milhares foram às ruas na capital sudanesa, Cartum, e em outras cidades na terça-feira para exigir o controle total dos civis, relatou a Agência Anadolu.

Os manifestantes agitaram faixas condenando os militares e carregaram fotos de manifestantes mortos em protestos contra a tomada militar em 25 de outubro.

A polícia usou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes, que tentaram chegar ao Palácio Presidencial em Cartum, segundo testemunhas oculares.

“A polícia e as forças de segurança usaram gás lacrimogêneo intensivo contra nós, mas continuaremos protestando”, disse Sanaa Ali, manifestante em Cartum. “Eles não conseguirão nos intimidar.”

As manifestações de terça-feira ocorreram dois dias após a renúncia do primeiro-ministro de transição Abdalla Hamdok, após dois anos no poder.

Em um discurso transmitido pela televisão, Hamdok admitiu que a parceria entre os militares e a liderança civil não conseguiu levar à transição e ao estabelecimento das bases para o governo civil e a transformação democrática.

LEIA: EUA clamam por governo civil no Sudão após renúncia do primeiro-ministro

Categorias
ÁfricaNotíciaSudão
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments