Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Dono de mercearia no Egito esfaqueia e estrangula uma menina de 6 anos após tentativa de estupro

Manifestantes egípcios participam de uma manifestação no Cairo contra o assédio sexual, em 12 de fevereiro de 2013 [Khaled Desouki/AFP via Getty Images]
Manifestantes egípcios participam de uma manifestação no Cairo contra o assédio sexual, em 12 de fevereiro de 2013 [Khaled Desouki/AFP via Getty Images]

O dono de uma mercearia no Egito teria esfaqueado e estrangulado uma menina de seis anos depois de tentar estuprá-la, mas não conseguir.

O homem de 30 anos matou a criança quando ela começou a gritar, temendo que ele fosse descoberto, relatou o Gulf News.

O corpo da menina foi encontrado por sua irmã em um saco na frente de sua casa no dia seguinte à denúncia de seu desaparecimento.

Segundo um amigo da vítima, o dono da mercearia pediu que ela encontrasse um saco para ele em troca de US$ 0,13.

Quando a polícia o confrontou, ele confessou, de acordo com o Gulf News.

No mês passado, uma criança de dois anos foi morta por seus primos de 8 e 11, depois que eles supostamente tentaram, mas não conseguiram, estuprá-la. Eles, então, a jogaram em um canal.

No início deste ano, centenas de pessoas compareceram ao funeral de Rimas Mohamed Galal Abdel Razek, de 8 anos, que foi assassinada após uma tentativa de estupro, segundo o Egypt Independent.

Em 2018, Rodaina Abdou, de quatro anos, foi assassinada no governo de Menoufia em um caso que gerou indignação. Um residente local de 16 anos admitiu ter tentado estuprá-la e matá-la para não ser pego, batendo-lhe com uma pedra na cabeça.

LEIA: ONU pede ao Egito que liberte imediatamente ativistas da oposição

Categorias
ÁfricaEgitoNotícia
Show Comments
Show Comments