Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Corte líbia aceita recurso; filho de Kadafi retorna à corrida presidencial

Protesto contra a candidatura presidencial de Saif al-Islam Kadafi, filho do ex-ditador Muamar Kadafi, em Trípoli, capital da Líbia, 15 de novembro de 2021 [Hamza Alahmar/Agência Anadolu]
Protesto contra a candidatura presidencial de Saif al-Islam Kadafi, filho do ex-ditador Muamar Kadafi, em Trípoli, capital da Líbia, 15 de novembro de 2021 [Hamza Alahmar/Agência Anadolu]

Nesta quinta-feira (2), um tribunal líbio deferiu a candidatura presidencial de Saif al-Islam Kadafi, filho do ex-ditador Muamar Kadafi, ao acatar seu recurso contra as ordens judiciais que o excluíram da corrida, às vésperas das eleições em 24 de dezembro.

As informações são da agência Anadolu.

“A corte de recursos de Sabha aceitou o processo submetido por Saif al-Islam Kadafi e o devolveu à corrida presidencial”, confirmou no Twitter a emissora local Al-Ahrar.

No entanto, entre domingo e terça-feira, uma milícia filiada ao general renegado Khalifa Haftar manteve um cerco ao tribunal em questão, para impedir seus juízes de avaliar o caso. A decisão de restituir a candidatura de Kadafi sucedeu a retirada das tropas paramilitares.

Na segunda-feira (29), a missão das Nações Unidas no país ameaçou impor sanções do Conselho de Segurança contra “aqueles que obstruíssem a justiça e o processo eleitoral”.

Analistas consideram que o retorno de Kadafi à disputa impõe ameaça à própria candidatura de Haftar, que recorre ao voto de antigos correligionários do falecido ditador.

A Comissão Eleitoral da Líbia anunciou na última semana uma lista preliminar de 73 candidatos, com 25 nomes impedidos de concorrer — incluindo Kadafi.

As eleições gerais devem ocorrer sob um acordo mediado pela ONU, firmado entre forças políticas rivais durante negociações na Tunísia, em novembro de 2020.

Os líbios têm esperanças de que o pleito possa contribuir com o fim do conflito armado, que assola a nação rica em petróleo há mais de uma década.

LEIA: Eleições da Líbia carecem de base para o sucesso, diz chefe do Conselho Superior

Categorias
ÁfricaLíbiaNotícia
Show Comments
Show Comments