Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Chanceler argelino evita oferta da Espanha para mediar disputa com Marrocos

Ministro de Relações Exteriores da Argélia Ramtane Lamamra em Roma, Itália, 6 de outubro de 2021 [Baris Seckin/Agência Anadolu]
Ministro de Relações Exteriores da Argélia Ramtane Lamamra em Roma, Itália, 6 de outubro de 2021 [Baris Seckin/Agência Anadolu]

O Ministro de Relações Exteriores da Argélia, Ramtane Lamamra, supostamente está se esquivando de uma oferta da Espanha para mediar sua disputa regional com o Marrocos.

Segundo o jornal espanhol El País, o chanceler viajou a Dakar, capital do Senegal, para participar do 8° Fórum de Cooperação Sino-Africano (FOCAC), ao invés de comparecer ao encontro da União para o Mediterrâneo (UfM), em Barcelona, nesta semana.

Conforme a reportagem, o ministro argelino “desculpou-se no último minuto”.

O Ministro de Relações Exteriores da Espanha, José Manuel Albares, planeja propor mediação de seu país aos vizinhos norte-africanos. O chanceler espanhol previamente descreveu Marrocos e Argélia como “parceiros essenciais” para Madrid e a União Europeia.

“Nós, na Espanha, sempre trabalharemos pela desescalada, boa vizinhança e cooperação, a fim de desenvolver a região do Mediterrâneo”, comentou Albares. “O diálogo é essencial”.

As relações entre os vizinhos se deterioraram nos últimos meses, sobretudo devido à questão do Saara Ocidental, onde a monarquia marroquina mantém uma disputa territorial com a Frente Polisário, grupo separatista apoiado pela Argélia.

Em 24 de agosto, o governo argelino decidiu romper relações com Rabat. Um mês depois, anunciou o fechamento de seu espaço aéreo a aeronaves marroquinas.

LEIA: Por que a Espanha se ofereceu para mediar entre a Argélia e o Marrocos?

Categorias
ÁfricaArgéliaÁsia & AméricasChinaEspanhaEuropa & RússiaMarrocosNotíciaSenegal
Show Comments
Show Comments