Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Hamas aponta ‘fracasso’ de Israel em transferir ministérios a Jerusalém

Bandeira israelense hasteada em um assentamento ilegal em Jerusalém ocupada, 18 de agosto de 2008 [David Silverman/Getty Images]

Os esforços do governo israelense para transferir ministérios a Jerusalém ocupada foram um “fracasso”, destacou nesta quinta-feira (18) o movimento palestino Hamas.

“As ações de Israel para coagir a mudança dos ministérios a Jerusalém, sob ameaças financeiras, reafirma a profundidade da crise vivenciada pela ocupação, ao tentar impor uma falsa legitimidade, com apoio injusto dos Estados Unidos”, declarou o Hamas.

O comunicado acrescentou que as iniciativas se manifestaram após “normalização com alguns países árabes e islâmicos, para sustentar assim a judaização de Jerusalém”.

O Hamas exortou tais países a “revogar imediatamente” seu apoio à ocupação.

Em 15 de novembro, o governo israelense anunciou a transferência de diversos ministérios e departamentos a Jerusalém ocupada, ao alertar que pastas que postergassem a medida enfrentariam “penalidades financeiras”.

LEIA: Palestina agradece ONU por reafirmar soberania sobre recursos naturais

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments