Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Miséria entre refugiados palestinos no Líbano agrava trabalho infantil

Campo de refugiados no Líbano, 3 de janeiro de 2021 [Mahmut Geldi/Agência Anadolu]

As altas taxas de pobreza entre refugiados palestinos radicados no Líbano exacerbam efetivamente o fenômeno do trabalho infantil, reportou nesta quarta-feira (17) a Associação Palestina por Direitos Humanos (Witness).

Segundo relatório da fundação humanitária, a evasão escolar e os choques econômicos adicionais decorrentes da pandemia de coronavírus forçaram um grande número de crianças de famílias carentes a trabalhar para sobreviver.

O documento enfatizou que o trabalho infantil priva as crianças de direitos fundamentais e as torna particularmente vulneráveis à exploração.

LEIA: UNRWA pede apoio aos refugiados palestinos no Líbano

Mahmoud al-Hanafi, diretor da Witness, exortou a Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA) a ampliar seu orçamento em ensino qualificado e trabalhar para reverter o abandono escolar.

Al-Hanafi conclamou à agência que forneça também assistência social às famílias, para impedir que recorram ao trabalho infantil. Pela mesma razão, reivindicou do governo libanês que garanta emprego aos refugiados palestinos.

Segundo a UNRWA, a evasão escolar entre os refugiados no Líbano chegou a 18%.

Categorias
IsraelLíbanoNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments