Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Nos cinemas, “Duna” tem cenas filmadas na Jordânia e Emirados Árabes

Cena do filme Duna, dirigido por Denis Villeneuve [Reprodução]

Nesta quinta-feira (21), estreou nos cinemas a grande e esperada adaptação cinematográfica do livro “Duna”, de Frank Herbert. Dirigido por Denis Villeneuve, o filme de ficção científica interplanetária é protagonizado por Timothée Chalamet. Para garantir a qualidade do longa e inspirar os atores, Villeneuve exigiu que as cenas fossem gravadas em locais reais; os lugares escolhidos para retratar o desértico planeta Arrakis foram gravadas em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, e Wadi Rum, na Jordânia.

Baseado nos romances de Herbert, Duna (2021) acompanha Paul Atreides (Timothée Chalamet), jovem de família aristocrata em um futuro distópico, forçado a fugir para o deserto. Com isso, conhece Chani (Zendaya), que o protege dos perigos de Arrakis.

As locações escolhidas pelo diretor para a fotografia principal desse novo remake de Duna ficam em Standlandet na Noruega, Wadi Rum na Jordânia, Abu Dhabi nos Emirados Árabes e Budapeste na Hungria.

Em entrevista ao New York Times, o diretor afirmou que precisava rodar o filme em paisagens desérticas reais; “para minha própria sanidade mental, para poder me inspirar a encontrar de volta aquele sentimento que eu procurava de isolamento, de introspecção”, disse. Na entrevista, o designer de produção de Duna, Patrice Vermette, afirmou que usaram o Google Earth para procurar o local certo para as cenas em Arrakis: um deserto com formações rochosas que os Fremen usariam como refúgio contra o calor abrasador e inimigo. Eles encontraram candidatos promissores no Irã, Chade, Mauritânia e Líbia.

Vermette contou que decidiram por Wadi Rum, “como uma feira comercial de formações rochosas”, mas faltavam-lhe dunas. A equipe coletou amostras de areia da Jordânia em garrafas de água para que pudessem combinar sua cor com outro local, e acabaram nos vastos campos de dunas do deserto de Rub’ Al Khali, em Abu Dhabi, na parte sul da Península Arábica.

O cenário rochoso do vale da Jordânia já foi cenário de grandes filmes como Lawrence da Arabia (1962), Perdido em Marte (2015), Transformers: A vingança dos derrotados (2009), Aladdin (2019), Rogue One : Uma história Star Wars (2016) e Star Wars: A Ascensão Skywalker (2019).

Em entrevista para a Variety, Villeneuve afirmou que estar no deserto, na Jordânia ou em Abu Dhabi, ajudou seus atores.

LEIA: Festival de cinema sul-africano boicota produções de Israel em apoio a Gaza

“Meu cineasta disse: ‘Mesmo que você não acredite em Deus, quando caminha no deserto da Jordânia, você começaria a acreditar porque é tão impressionante’”, disse Villeneuve. “Estar em contato com o gigantismo da paisagem, penso eu, ajudou os atores a entender a relação com a natureza e algo maior do que você”.

Durante as filmagens, as estrelas Timothée Chalamet e Josh Brolin compartilharam imagens das gravações na Jordânia.

O filme também conta com estrelas como Zendaya, Rebecca Ferguson, Jason Momoa, Oscar Isaac e outros.

LEIA: ‘Queremos que nossas histórias viajem o mundo’; Netflix lança coleção de filmes palestinos

Categorias
Emirados Árabes UnidosEstados UnidosEuropa & RússiaHungriaJordâniaNoruegaNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments