Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Quase metade de todos os refugiados afegãos nos EUA são crianças, indica relatório

Protesto em apoio aos refugiados afegãos em Nova Iorque, Estados Unidos, em 28 de agosto de 2021 [Tayfun Coşkun/Agência Anadolu]

Quase metade dos 53.000 refugiados afegãos que chegaram aos EUA e estão vivendo em instalações militares são crianças, de acordo com um relatório publicado na quinta-feira, conforme relatado pela Agência Anadolu.

A divulgação foi feita em uma carta do secretário de Defesa, Lloyd Austin, aos parlamentares, a qual foi obtida pelo jornal Wall Street Journal. A carta foi enviada em resposta a perguntas do senador James Inhofe, o republicano do Comitê das Forças Armadas.

Aproximadamente 22% dos que chegaram são mulheres adultas, em comparação com 34% que são adultos do sexo masculino, disse a carta. Os números fornecidos por Austin são aproximações.

LEIA: Os líderes mundiais irão resolver a crise dos refugiados na COP26?

Quanto às cerca de 124.000 pessoas que foram evacuadas do Afeganistão nos dias finais da ocupação dos EUA, Austin disse que a grande maioria – 85 por cento, ou 105.000 – eram afegãos.

Os asilados que permanecem nas instalações militares dos EUA devem permanecer lá por meses devido a um surto de sarampo, falta de moradia e um atraso burocrático no processamento da papelada, de acordo com o Journal.

Três quartos das perguntas feitas por Inhofe exigiam respostas confidenciais, Austin teria escrito.

“Estou feliz que finalmente tenhamos algumas das respostas que meus colegas do Comitê de Serviços Armados do Senado e eu temos perguntado sobre quem evacuamos e como o Departamento de Defesa está apoiando esses evacuados”, disse Inhofe ao jornal. “Está claro que o Departamento enfrenta desafios a esse respeito e pretendo acompanhar esse processo de perto.”

Categorias
AfeganistãoÁsia & AméricasEstados UnidosNotícia
Show Comments
Show Comments