Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Colonos israelenses queimam terras palestinas na Cisjordânia

Agricultores palestinos inspecionam suas oliveiras danificadas por colonos israelenses [Issam Rimawi/Agência Anadolu]
Agricultores palestinos inspecionam suas oliveiras danificadas por colonos israelenses [Issam Rimawi/Agência Anadolu]

Colonos israelenses queimaram ontem oliveiras de propriedade de palestinos na cidade ocupada de Nablus, no norte da Cisjordânia.

Ghassan Daghlas, um oficial palestino que monitora as atividades de assentamento no norte da Cisjordânia, disse à Wafa que “um grupo de colonos do assentamento ilegal Har Brakha em Nablus roubou azeitonas de terras pertencentes a Omar Youssuf Al-Qenni na cidade de Kafr Qalil”.

“Os colonos israelenses incendiaram dezenas de oliveiras nas terras entre as aldeias Jorish e Qusra, perto do assentamento ilegal israelense de Majdolim”, acrescentou Daghlas.

O oficial palestino alertou sobre uma “escalada de ataques de colonos à medida que nos aproximamos do início da temporada de colheita da azeitona”, acrescentando que eles tinham como alvo os fazendeiros e terras palestinas, “especialmente nas áreas adjacentes aos seus assentamentos”.

Ataques de colonos contra fazendeiros palestinos e suas terras aumentaram nos últimos meses, coincidindo com o início da temporada de colheita da azeitona. Os palestinos dizem que as autoridades israelenses permitem que os colonos continuem seus ataques sem consequências, como parte dos esforços oficiais para intensificar a construção de assentamentos nos territórios ocupados.

Cerca de 650.000 israelenses vivem ilegalmente na Cisjordânia, espalhados por 164 assentamentos e 124 postos avançados.

De acordo com o direito internacional, todos os assentamentos e postos avançados judaicos em territórios ocupados são considerados ilegais.

LEIA: Colonos incendeiam oliveiras palestinas perto de Nablus

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments