Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

‘Não se deve suprimir o debate’, afirma Kamala Harris sobre genocídio palestino

Vice-Presidente dos Estados Unidos Kamala Harris, no estado de Delaware, em 12 de agosto de 2020 [Drew Angerer/Getty Images]

A Vice-Presidente dos Estados Unidos Kamala Harris afirmou nesta terça-feira (28) que “não se deve suprimir o debate”, após uma estudante questionar seu apoio contínuo a Israel, apesar do “genocídio étnico” perpetuado contra o povo palestino.

A vice-presidente democrata conversou com estudantes na Universidade George Mason, em Fairfax, no estado de Virgínia, para celebrar o Dia de Registro Nacional de Eleitores nos Estados Unidos, segundo informações da rede ultraconservadora Fox News.

“No último verão, houve protestos em números astronômicos [sobre a causa palestina]”, destacou a estudante. “Apenas alguns dias atrás, porém, recursos foram alocados para manter o apoio a Israel, o que me machuca muito, pois se trata de genocídio étnico e deslocamento forçado, como ocorreu na América, e tenho certeza que a senhora está ciente disso”.

Harris respondeu: “Isso se trata do fato de que sua voz, sua perspectiva, sua experiência, sua verdade não devem ser suprimidas e devemos ouví-las, certo? E uma das coisas pela qual lutamos é a democracia, certo? Seu ponto é sobre política externa, sobretudo relacionada ao Oriente Médio, e que devemos manter debates saudáveis em nosso país sobre o caminho certo; e nenhuma voz deve ser suprimida em torno disso”.

Douglas Murray, comentarista e escritor sionista de extrema-direita, atacou a jovem universitária ao chamá-la de “ignorante” e condenou a ex-senadora pela Califórnia por não conceder uma resposta mais contundente à pergunta.

Entrevistado pela rede Fox News, Murray alegou que o diálogo demonstra que Harris — pré-candidata em 2020 e eventual presidenciável nas próximas eleições — não é um “quadro” adequado ao Partido Democrata.

Israel ocupou a Palestina via limpeza étnica em 1948, durante a Nakba ou catástrofe, e insiste em preservar sua ocupação e apartheid a despeito dos apelos internacionais.

LEIA: Biden e Bennett negam solução política à Palestina, afirma Haniyeh

Categorias
Ásia & AméricasEstados UnidosIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments