Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel tortura prisioneiros palestinos recapturados, alerta advogado

Manifestantes exibem cartazes com retrato dos palestinos que escaparam da penitenciária de Gilboa, em ato de solidariedade aos prisioneiros palestinos nas cadeias de Israel, na Cidade de Gaza, 25 de setembro de 2021 [Mustafa Hassona/Agência Anadolu]

Os seis prisioneiros palestinos que escaparam da cadeia de segurança máxima de Gilboa, no início de setembro, recapturados nas semanas seguintes, sofrem tortura sob a custódia israelense, advertiu ontem (29) seu advogado Khaled Mahajneh.

De acordo com a agência de notícias Wafa, Mahajneh — membro da equipe de defesa designada pela Comissão de Assuntos dos Detentos da Autoridade Palestina — descreveu as condições de prisão como “duríssimas e desumanas”.

“Eles não sabem as horas; não sabem se é dia ou noite e são submetidos a interrogatório contínuo por agentes da inteligência israelense”, declarou o advogado.

“Além disso, não puderam trocar suas roupas desde o momento de sua captura e são mantidos em confinamento solitário”, acrescentou.

Na manhã desta quarta-feira (29), uma corte israelense voltou a estender a prisão dos seis prisioneiros até o próximo domingo, à espera de julgamento, junto de outros cinco detentos acusados de auxiliar e encobrir a operação de fuga.

LEIA: A luz no fim do túnel que vem da Palestina

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments