Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Soldados da ocupação perseguem e prendem crianças palestinas

Uma mulher e duas garotas tentam fugir do gás lacrimogêneo disparado pelas forças israelenses em Cisjordânia em 17 de novembro de 2019 [Hazem Bader/ AFP / Getty Images]

Os soldados da ocupação israelense perseguiram hoje crianças palestinas a caminho da escola no vilarejo de Al-Lubban Al-Sharqiya, perto de Nablus, informou a Wafa.

Moradores locais disseram à agência de notícias que soldados detiveram e assediaram as crianças e as forçaram a escolher um caminho alternativo, mais longo e complicado, para a escola.

No início desta semana, um colono israelense estacionou seu carro na entrada da escola secundária para meninas da aldeia, na tentativa de provocar as crianças e seus professores. Os soldados fecharam o portão da escola e impediram os alunos de entrar e sair do local.

LEIA: Unicef revela que Israel viola os direitos das crianças palestinas

Eles também detiveram um menino palestino de 17 anos de um vilarejo próximo de Ammuriya por mais de duas horas. Ele foi libertado sem acusações.

Devido à sua localização em uma estrada importante na Cisjordânia, usada por colonos que se deslocam entre seus assentamentos ilegais e Jerusalém, crianças em idade escolar são frequentemente perseguidas e atacadas por soldados e colonos.

Israel ocupa a Cisjordânia desde 1967. Abusos dos direitos humanos contra os palestinos e violações do direito internacional são comuns, dizem organizações de direitos humanos.

Mais de 600.000 judeus israelenses vivem em assentamentos na Cisjordânia ocupada e em Jerusalém Oriental. Todos os assentamentos de Israel são ilegais sob a lei internacional, que o estado de apartheid trata com desprezo.

LEIA: Fotos denunciam a prisão de uma criança por soldados da ocupação israelense

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments