Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Chefe do Exército da Argélia acusa Marrocos de conspirar contra o país

Bandeiras da Argélia (esq.) e Marrocos tremulam em Argel, Argélia em 24 de janeiro de 2012 [Farouk Batiche/ AFP/ Getty Images]

O chefe do Estado-Maior argelino, o tenente-general Said Chanegriha, acusou na segunda-feira o Marrocos de tecer “conspirações” contra seu país.

“Este regime expansionista foi longe demais em suas conspirações e campanhas de propaganda subversiva, que visam reduzir o papel regional da Argélia, exaurir suas capacidades, impedir seu desenvolvimento e minar a unidade de seu povo”, disse Chanegriha durante uma visita a uma base militar próxima a fronteira marroquina.

Todas as tentativas de forçar a Argélia a abandonar seus princípios firmes “vão falhar porque a nova Argélia está mais determinada do que nunca a preservar sua soberania, unidade nacional e decisão soberana”, acrescentou.

Chanegriha disse que seu país “está totalmente preparado para enfrentar, com firmeza e determinação, todos os esquemas desprezíveis”.

As relações com o Marrocos são tensas há décadas. No mês passado, a Argélia anunciou a decisão de romper os laços com o Marrocos devido às “tendências hostis” de Rabat.

LEIA: Argélia pede negociações diretas entre Marrocos e Frente Polisário

Categorias
ÁfricaArgéliaMarrocosNotícia
Show Comments
Show Comments