Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Monarcas da Jordânia e da Arábia Saudita apoiam estado palestino com Jerusalém Oriental como capital

O rei Abdullah II da Jordânia entrega uma mensagem pré-gravada na 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU, em 22 de setembro de 2021, em Nova Iorque [Justin Lane/POOL/AFP via Getty Images]

O rei Abdullah, da Jordânia, e o rei Salman, da Arábia Saudita, deram seu apoio a um estado palestino com Jerusalém Oriental como sua capital em discursos pré-gravados na Assembleia Geral da ONU ontem, dizendo que isso era essencial para a estabilidade global.

O rei Abdullah disse que Israel e os palestinos poderiam alcançar “segurança genuína” apenas “por meio da solução de dois estados”, uma fórmula para a paz que escapou da comunidade internacional por mais de meio século, em grande parte devido à contínua tomada do território palestino por Israel.

LEIA: Palestina é ‘principal questão de todos os muçulmanos’, diz clérigo saudita pró-MBS

“Quantas crianças mais morrerão antes que o mundo acorde?”, Abdullah perguntou na Assembleia Geral da ONU. “A parceria global é crítica para resolver um dos conflitos mais antigos da história moderna – o conflito palestino-israelense”, acrescentou Abdullah. “A segurança genuína para ambos os lados – na verdade, para todo o mundo – só pode ser alcançada por meio da solução de dois estados”, disse o monarca jordaniano.

“Uma solução que leva ao estabelecimento de um estado palestino independente, soberano e viável com base nas linhas de junho de 1967, com Jerusalém Oriental como sua capital, vivendo lado a lado com Israel em paz e segurança”, disse Abdullah reiterando seu apelo por uma autodeterminação palestina.

Abdullah também pediu à comunidade internacional que continue a apoiar a agência de refugiados palestinos, UNRWA. Existem cerca de 5,7 milhões de refugiados palestinos em todo o mundo, descendentes de mais da metade da população palestina que foi etnicamente limpa de suas casas e vilas durante a formação de Israel.

Categorias
Arábia SauditaIsraelJordâniaNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments