Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

US$1 bi em ajuda militar a Israel é removido de pacote dos EUA

Parlamentares dos Estados Unidos removeram ontem (21) US$1 bilhão em ajuda militar destinada a Israel

Parlamentares dos Estados Unidos removeram ontem (21) US$1 bilhão em ajuda militar destinada a Israel, de uma proposta legislativa para o orçamento americano, após objeção de representantes progressistas, segundo informações da agência Reuters.

Entretanto, líderes democratas e republicanos prometeram retomar a questão.

Alguns congressistas democratas rejeitaram uma cláusula da lei preventiva de gastos, destinada especificamente ao reabastecimento do sistema de defesa Domo de Ferro.

A companhia Raytheon Technologies Corp (RTX.N), sediada em Massachusetts, produz muitos dos componentes do sistema antimísseis de Israel.

A Câmara debate o orçamento federal e um aumento do limite de empréstimos do país.

A disputa levou a uma breve suspensão do Comitê de Regras da Câmara dos Representantes, até que líderes do Comitê de Apropriações prometessem que os recursos atribuídos ao sistema israelense seriam incluídos na lei orçamentária, ainda esse ano.

O impasse pode estender-se sobre termos mais amplos da ajuda militar a Tel Aviv.

Na noite desta terça-feira, Steny Hoyer, líder da maioria no congresso, insistiu em levar a proposta ao plenário nesta semana, incluindo recursos ao Domo de Ferro, sob expectativa de aprová-la. “Temos de fazê-lo … é absolutamente essencial”, argumentou.

Não obstante, Jamaal Bowman, representante democrata por Nova York, reiterou previamente que faltou tempo para consideração e debate sobre as repercussões do projeto.

“O problema é que a liderança joga algo em nossa mesa, nos dá cinco minutos para decidir o que fazer e tenta então ir adiante”, declarou Bowman a jornalistas.

LEIA: Biden promete ‘diplomacia implacável’ em defesa da democracia

Washington já concedeu ao menos US$1.6 bilhões a Israel para desenvolver seu sistema Domo de Ferro, segundo relatório do Serviço de Pesquisa do Congresso de 2020.

O volume de recursos reflete o persistente apoio suprapartidário a Israel.

Em nota, o Ministro de Relações Exteriores de Israel Yair Lapid descreveu a remoção da cláusula sobre o sistema antimísseis como “adiamento técnico” e reafirmou promessas de líderes democratas de que a transferência será realizada em breve.

Ao longo deste ano, alguns congressistas democratas demonstraram oposição à política adotada pelo Capitólio e pela Casa Branca sobre a ocupação israelense — sobretudo após os bombardeios contra a Faixa de Gaza sitiada, em maio último.

Israel alega que o Domo de Ferro é fundamental para interceptar supostos foguetes palestinos disparados de Gaza, em particular, durante campanhas militares.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestinaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments