Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israelenses esfaqueiam motorista de ônibus palestino em Jerusalém

Bandeira israelense em frente ao Domo da Rocha, no complexo da Mesquita de Al-Aqsa, em Jerusalém ocupada, 24 de agosto de 2020 [AHMAD GHARABLI/AFP/Getty Images]

Um motorista de ônibus palestino, nascido em Jerusalém, foi ferido na manhã de hoje (17) por um grupo de israelenses na cidade ocupada, segundo informações locais.

Mohamed Abu Nab foi esfaqueado duas vezes nas costas pelos colonos, no bairro de Givat Shaul, em Jerusalém Ocidental, construído sobre as ruínas da aldeia palestina de Deir Yassin, despovoada durante a Nakba ou catástrofe, via limpeza étnica, em 1948.

Abu Nab, residente do bairro de Silwan, em Jerusalém ocupada, e contratado pela empresa de transportes públicos Egged, foi levado às pressas para um hospital.

Seus ferimentos foram descritos como moderados.

Em comunicado, a empresa alegou investigar uma “discussão” em Givat Shaul, envolvendo o motorista e três passageiros.

“A polícia foi chamada ao local do acidente [sic], após discussão entre três passageiros e um motorista de ônibus, que resultou em dois feridos evacuados imediatamente para tratamento médico”, afirmou a nota, sem conceder mais detalhes.

Segundo grupos de direitos humanos, no entanto, incidentes de violência por extremistas judeus contra nativos palestinos e suas propriedades são cotidianos nos territórios ocupados. Israel assedia as vítimas e raramente responsabiliza os agressores.

LEIA: Israel agride e prende crianças palestinas em Hebron, Cisjordânia ocupada

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments