Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Ministério da Saúde de Gaza recebe 50.000 doses de vacina vencidas

Um palestino recebe uma dose da vacina Sputnik-V contra o coronavírus, em um braço no qual um artista pintou um vírus, durante uma campanha de vacinação organizada pelo Ministério da Saúde, na Cidade de Gaza, em 1º de setembro de 2021 [Mohammed Abed/AFP via Getty Images]

O Ministério da Saúde palestino em Gaza disse na segunda-feira que recebeu 50.000 doses da vacina da covid-19 vencidas enviadas pela Autoridade Palestina em Ramallah. Ele culpou Israel pelo fato de que a eficácia da vacina havia expirado.

De acordo com o ministério, as vacinas entraram em Gaza através da travessia Karm Abu Salem e foram testadas antes do seu uso programado. “Depois de verificar e testar as vacinas, descobrimos que elas haviam expirado”, disseram as autoridades. “Portanto, foi decidido destruir todo o carregamento.”

A declaração reiterou que todas as vacinas disponíveis atualmente são válidas e seguras, pois estão sendo armazenadas e usadas de forma adequada. Foi a falta de armazenamento adequado pelos israelenses que significava que as doses do Sputnik haviam expirado antes de chegarem a Gaza. “Israel também dificultou a entrega da vacina”, acrescentou o ministério.

Ele concluiu pedindo aos órgãos nacionais e internacionais de saúde e bem-estar que trabalhem urgentemente para obter doses adicionais de vacinas para os palestinos na Faixa de Gaza, que está sob estrito bloqueio israelense há quinze anos.

LEIA: Gaza vivencia terceira onda de covid, afirma oficial

Israel continua impedindo que os palestinos recebam a vacina de covid-19 [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments