Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Turquia bloqueia a entrada de 1,25 milhão de imigrantes ilegais em três anos

Refugiados sírios e iraquianos chegam da Turquia a Skala Sykamias, ilha de Lesbos, Grécia, em 30 de outubro de 2015 [Ggia/Wikipedia]

O ministro do Interior turco, Süleyman Soylu, anunciou na sexta-feira que seu país bloqueou a entrada de 1,25 milhão de imigrantes ilegais nos últimos três anos, informou a Agência Anadolu.

Em declarações à Al Jazeera, Mubasher, Soylu compartilhou que Ancara capturou 400.000 afegãos desde 2016, observando que 151.000 foram devolvidos ao seu país por via aérea.

Ele afirmou que 80.000 receberam proteção internacional e permaneceram na Turquia, outros 20.000 obtiveram uma autorização de residência, enquanto o restante deixou o país ilegalmente.

Soylu garantiu aos turcos que não haveria uma nova onda de imigração do Afeganistão para a Turquia, observando que seu país está acompanhando de perto a imigração ilegal e está trabalhando duro para enfrentá-la.

De acordo com a Agência Anadolu, o ministro confirmou que cerca de oito milhões de refugiados residem nas terras ao redor da Turquia, incluindo 3,8 milhões em Idlib, 600 mil em Afrin e 1,2 milhão na área do Escudo Eufrates, no norte da Síria.

Ele ressaltou que seu país possui recursos adequados para controlar a imigração ilegal ao longo de suas fronteiras, acrescentando que 175 quilômetros do muro de fronteira entre a Turquia e o Irã foram concluídos.

LEIA: Ultranacionalistas turcos esquecem que Assad é o inimigo, não os refugiados sírios

Categorias
Europa & RússiaNotíciaTurquia
Show Comments
Show Comments