Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Líbano promete não deportar refugiados sírios

Campo de refugiados sírios após incêndio causado por um grupo de libaneses, em Trípoli, norte do Líbano, 3 de janeiro de 2021 [Mahmut Geldi/Agência Anadolu]

O Líbano prometeu não deportar os seis refugiados sírios detidos por entrar no país de forma irregular, após pressão de organizações de direitos humanos, que apontaram os riscos de prisão e tortura por autoridades do regime de Bashar al-Assad.

Os seis homens foram presos pela inteligência libanesa há duas semanas, ao entrar na embaixada síria para coletar seus passaportes.

Após o exército libanês anunciar a captura, grupos de direitos humanos — como a Anistia Internacional — exortaram as autoridades a não deportá-los a seu país de origem, devido ao histórico de Assad de aprisionar e torturar repatriados.

Sua soltura foi particularmente simbólica, dado que cinco dos refugiados são da província de Daraa — bastião de resistência no sul da Síria, sob cerco e bombardeio nos últimos meses por tropas do regime e milícias aliadas ligadas a Teerã.

Desde maio de 2019, Beirute extradita regularmente refugiados sírios, de modo que autoridades impuseram um ultimato aos refugiados para decidirem por um terceiro país de asilo ou serem devolvidos a Damasco, apesar da retenção dos passaportes pela embaixada.

LEIA: Assad alega que recursos congelados no Líbano são o maior obstáculo a investimentos

A postura, no entanto, sofreu uma reviravolta nesta quinta-feira (9), quando a Diretoria Geral de Segurança do Líbano anunciou que os refugiados poderão permanecer no país.

“Não deportaremos os seis cidadãos sírios e trabalharemos para regularizar seu status legal”, confirmou o chefe da diretoria, Abbas Ibrahim.

Com mais de 850 mil refugiados sírios radicados no Líbano, muitos têm esperanças de que a decisão de não expatriar seus conterrâneos seja um sinal de melhora nas políticas prejudiciais à diáspora síria, apesar das crises que ainda assolam o país.

LEIA: Faz escuro: os sons da tortura em obras da 34ª Bienal de São Paulo

Categorias
LíbanoNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments