Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Hamas afirma que esforços estão em andamento para libertar detidos por Israel

O chefe do gabinete político do Hamas, Ismail Haniyeh, na capital, Doha, em 15 de maio de 2021 [Karim Jaafar/AFP via Getty Images]
O chefe do gabinete político do Hamas, Ismail Haniyeh, na capital, Doha, em 15 de maio de 2021 [Karim Jaafar/AFP via Getty Images]

O chefe político do Hamas, Ismail Haniyeh, garantiu aos palestinos que os esforços estão em andamento para libertar os detidos por Israel, relatou a Agência Anadolu.

“Os esforços feitos pelo Hamas para garantir a libertação de todos os detidos palestinos das prisões israelenses ainda estão em andamento”, disse Haniyeh durante um telefonema com Anhar al-Deek para felicitá-la por sua libertação de uma prisão israelense, de acordo com um comunicado do Hamas.

Na quinta-feira, um tribunal israelense decidiu libertar condicionalmente al-Deek, que está grávida de nove meses.

“O Tribunal Militar de Ofer decidiu libertá-la sob fiança financeira de US$ 12.500, ao mesmo tempo que a colocou em prisão domiciliar na casa de sua família na cidade de Kafr Ni’ma (oeste de Ramallah)”, disse seu advogado Akram Samara.

Haniyeh prometeu colocar a questão dos detidos “no topo das prioridades [do Hamas]” e elogiou os detidos por sua firmeza.

Existem cerca de 4.850 detidos palestinos em prisões israelenses, incluindo 41 mulheres, 225 crianças e 540 presos administrativos, de acordo com grupos de direitos humanos.

Enquanto isso, o Hamas mantém cativos quatro israelenses, incluindo dois soldados.

O Egito está liderando os esforços de mediação entre Israel e o Hamas para conseguir uma troca de prisioneiros entre os dois lados.

LEIA: Oficiais israelenses discutem Gaza no Egito

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments