Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Sob pressão, Israel concorda em libertar Anhar, prisioneira grávida de nove meses

Palavras não podem descrever como me sinto agora. Só gostaria de agradecer a todas as pessoas que me apoiaram em todo o mundo. Obrigada, do fundo do meu coração

Comissão de Assuntos dos Prisioneiros e Ex-Prisioneiros, as autoridades israelenses de ocupação concordaram hoje (2) em libertar a prisioneira palestina Anhar al-Deek, grávida de nove meses, sob condições de permanecer em prisão domiciliar na casa de sua família e o pagamento de uma fiança fixada em 40.000 shekels israelenses (USD$12.500).

Nas redes sociais, aconteceu uma campanha massiva pedindo pela libertação da jovem. Grávida de nove meses, a jovem Anhar al-Deek mandou, nesta semana uma emocionante carta à sua família fazendo um apelo aos defensores dos direitos humanos para exigir sua liberação, garantindo que ela não dê à luz dentro de uma prisão isralense. “O que devo fazer caso tenha que dar a luz longe de vocês?” diz a carta. “Estou algemada e vocês sabem como as cesáreas são difíceis mesmo fora da prisão. Como vou passar por isso na cadeira e sozinha?”.

Anhar, que já é mãe de uma menina, pode entrar em trabalho de parto a qualquer momento. De acordo com a Comissão de Assuntos dos Prisioneiros e Ex-Prisioneiros, ela tem sofrido com um quadro de bipolaridade induzido pela gravidez, o que requer tratamento especializado.

LEIA: Israel prende diretora de escola palestina em Jerusalém

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestinaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments