Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Conselho de Segurança da ONU insta à “rápida” reabertura do aeroporto de Cabul após a saída dos EUA

Milhares de afegãos correm para o Aeroporto Internacional Hamid Karzai enquanto tentam fugir da capital afegã de Cabul, Afeganistão, em 16 de agosto de 2021 [Haroon Sabawoon/Agência Anadolu]

O Conselho de Segurança da ONU votou nesta segunda-feira (30) a favor da reabertura “rápida e segura” do aeroporto que serve a capital do Afeganistão, Cabul, após as forças norte-americanas completarem sua retirada do país devastado pela guerra, segundo a Agência Anadolu.

Espera-se que os Estados Unidos completem sua saída até 31 de agosto, e a resolução foi aprovada pelo conselho por 13-0, observando que “novos ataques terroristas podem ocorrer na área” do Aeroporto Internacional Hamid Karzai, após o ataque da semana passada que matou mais de 170 pessoas. A Rússia e a China se abstiveram de votar.

A resolução “solicita às partes relevantes que trabalhem com parceiros internacionais para tomar medidas para reforçar a segurança e evitar mais vítimas, e solicita que sejam feitos todos os esforços para permitir a reabertura rápida e segura do aeroporto de Cabul e sua área circundante”.

Ele observa especialmente uma declaração do Talibã na sexta-feira, na qual o grupo da linha dura “se comprometeu a que os afegãos possam viajar para o exterior, possam deixar o Afeganistão quando quiserem e possam sair do país por qualquer passagem de fronteira, tanto aérea quanto terrestre, inclusive no aeroporto reaberto e seguro de Cabul”.

A ONU disse que é extremamente importante manter o aeroporto aberto para permitir que a ajuda flua para o Afeganistão.

LEIA: Colonialismo e a epistemologia da ignorância: uma lição afegã

No início da segunda-feira, o Ministro da Defesa turco Hulusi Akar disse que Ancara pode considerar operar o aeroporto se as condições forem adequadas e se for solicitado a fazê-lo.

Akar sublinhou que a Turquia, principalmente através das Forças Armadas turcas, apoiaram o Afeganistão durante os últimos vinte anos de instabilidade para que seus habitantes “vivam em segurança e prosperidade”.

O Talibã tomou o controle da maior parte do Afeganistão em avanços relâmpagos, incluindo a tomada de Cabul em 15 de agosto, com a fuga de altos funcionários do governo.

Complicando a crise, dois homens detonaram bombas fora do aeroporto de Cabul na última quinta-feira em um ataque reivindicado pelo grupo terrorista afiliado ao Afeganistão da Daesh/ISIS, conhecido como ISIS-K.

Categorias
AfeganistãoÁsia & AméricasEstados UnidosNotíciaONUOrganizações Internacionais
Show Comments
Show Comments