Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

ONU e engenheiros palestinos extraem bomba israelense de um edifício em Gaza

Profissionais da UNMAS e engenheiros de explosivos da polícia palestina levaram 14 dias para neutralizar o míssil israelense, ainda por explodir

O Serviço de Ação Anti-Minas das Nações Unidas (UNMAS) extraiu nesta quinta-feira (26) um míssil israelense de fabricação americana disparado contra um edifício residencial de cinco andares, durante a última ofensiva contra a Faixa de Gaza, em maio.

O aparato não havia detonado até então.

O projétil de modelo GBU-39 costuma ser usado pelo exército da ocupação em seus ataques à infraestrutura palestina, sobretudo em Gaza sitiada.

Profissionais da UNMAS e engenheiros de explosivos da polícia palestina levaram 14 dias para neutralizar o aparato, que atravessou cinco andares e pousou nos alicerces do prédio.

Equipes palestinas trabalham há três meses para remover centenas de bombas israelenses ainda por explodir. Israel também atingiu a sede do serviço antibombas de Gaza.

Os onze dias de ataques israelenses em maio deixaram 254 mortos, incluindo 66 crianças.

Desde então, a ofensiva foi descrita como “guerra aos pontos altos”, dado que os principais alvos foram edifícios civis. Como resultado, milhares de famílias ficaram desabrigadas.

LEIA: Bennett diz que não haverá paz com os palestinos e que cerco a Gaza continuará

Categorias
IsraelNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestinaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments