Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Bahrein apoia medidas do presidente da Tunísia

Ministro das Relações Exteriores da Tunísia, Othman Jerandi, em Berlim, Alemanha, em 23 de junho de 2021 [Thomas Imo/photothek.de/Pool/Agência Anadolu]

O Bahrein mostrou “apoio absoluto e plena confiança” nas recentes medidas do presidente Kais Saied, anunciou ontem o ministro das Relações Exteriores da Tunísia, Othman Jerandi.

Após um telefonema com seu homólogo, Abdullatif Bin Rashid Al-Zayani, Jerdani disse que Bahrein estava “totalmente confiante na sabedoria do presidente em favor da segurança nacional e da prosperidade no mundo”.

“Eu o tranquilizei [Al-Zayani] sobre a situação, incluindo a decisão do presidente Saied de recorrer à constituição para lidar com a situação que se tornou uma ameaça à estabilidade”, acrescentou.

LEIA: Somente o Conselho Supremo pode punir juízes, confirma órgão de direito da Tunísia

Jerandi sublinhou que as decisões de Saied se basearam nas “disposições do artigo 80 da constituição de 2014”, observando que a medida visava “preservar a segurança do Estado tunisino e a estabilidade das suas instituições na sequência das recentes tensões políticas e agravamento da conjuntura económica e crise social”.

Em 25 de julho, o presidente tunisiano Kais Saied citou o artigo 80 da constituição para demitir o primeiro-ministro Hicham Mechichi, congelar o trabalho do parlamento por 30 dias, levantar a imunidade dos ministros e nomear-se chefe do poder executivo até a formação de um novo governo.

Isso aconteceu depois que protestos violentos estouraram em várias cidades tunisianas criticando a forma como o governo lida com a economia e o coronavírus. Os manifestantes pediram a dissolução do parlamento.

A maioria dos partidos políticos do país considerou a medida um “golpe contra a constituição” e as conquistas da revolução de 2011.

Categorias
ÁfricaBahreinNotíciaOriente MédioTunísia
Show Comments
Show Comments