Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Bombardeio de Assad mata seis civis na Síria

Escombros deixados por bombardeios das forças de Bashar al-Assad e milícias iranianas na zona de desescalada de Idlib, noroeste da Síria, em 3 de julho de 2021 [Muhammed Said/Agência Anadolu]
Escombros deixados por bombardeios das forças de Bashar al-Assad e milícias iranianas na zona de desescalada de Idlib, noroeste da Síria, em 3 de julho de 2021 [Muhammed Said/Agência Anadolu]

Neste sábado (17), seis civis, incluindo duas crianças, foram mortos por um bombardeio executado pelo exército de Bashar al-Assad, na província de Idlib, noroeste da Síria, segundo informações obtidas pela agência Anadolu.

O ataque atingiu a aldeia de Sarajah, na região sudeste da província, relataram as fontes.

Seis outras pessoas, incluindo três membros da Defesa Civil da Síria (Capacetes Brancos), foram feridos pela ofensiva.

Em maio de 2017, Turquia, Rússia e Irã anunciaram um acordo para instituir uma zona de desescalada em Idlib, como parte das iniciativas políticas sobre a guerra síria.

Somente após 5 de março de 2020, quando o presidente turco Recep Tayyip Erdogan e seu análogo russo Vladimir Putin chegaram a uma nova trégua em Idlib, a desescalada foi de fato lançada; porém, violada esporadicamente por Assad.

A Síria é assolada pela guerra civil desde 2011, quando o regime reprimiu violentamente protestos por democracia. Centenas de milhares foram mortos e mais de dez milhões foram deslocados, segundo a Organização das Nações Unidas.

LEIA: Forças sírias matam oito civis em Iblid

Categorias
NotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Show Comments