Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

344 migrantes são resgatados na costa do Marrocos

Oficiais da Marinha Real Marroquina interceptam migrantes nas águas da fronteira entre Marrocos e o enclave espanhol de Ceuta, em 19 de maio de 2021, em Fnideq [FADEL SENNA/AFP via Getty Images].

A Marinha marroquina resgatou 344 migrantes que enfrentavam “dificuldades” no Mar Mediterrâneo e no Oceano Atlântico durante os últimos quatro dias, informou a Agência de Notícias Marroquina (MAP).

A MAP citou uma fonte militar como dizendo que a Marinha Real “prestou assistência a 344 imigrantes ilegais, que são em sua maioria de países da África subsaariana, incluindo mulheres e crianças que estavam enfrentando dificuldades em navios de madeira”.

A fonte explicou que estas operações ocorreram entre 10 e 14 de julho, observando que “as pessoas resgatadas receberam primeiros socorros a bordo dos barcos da Marinha Real”, antes de serem transferidas para portos próximos para serem entregues à Royal Gendarmerie.

A costa norte do Marrocos no Mar Mediterrâneo é um importante ponto de partida para os migrantes que se dirigem à Espanha, que fica a apenas alguns quilômetros de distância. Enquanto a costa sul do país é uma rota de migração para as Ilhas Canárias espanholas no Oceano Atlântico. Esta, no entanto, fica a cem quilômetros de distância.

LEIA: Anistia condena a Líbia por estupro e abuso contra migrantes

A Marinha Real anunciou no início de julho que 244 migrantes haviam sido resgatados nas costas do Mediterrâneo e do Atlântico em dois dias, observando que “alguns deles estavam em condições de saúde extremamente críticas”.

As chegadas da África subsaariana geralmente constituem a maioria dos migrantes que cruzam o mar para chegar à Europa a bordo dos “barcos da morte”, como têm sido apelidados pelos marroquinos.

Os números divulgados pelo Ministério do Interior espanhol mostram que entre 1 de janeiro e 30 de junho de 2021, 12.622 migrantes chegaram à Espanha por mar, em comparação com 7.256 no ano anterior.

A organização Caminando Fronteras disse que cerca de 2.100 imigrantes morreram enquanto tentavam chegar à Espanha por mar durante os primeiros seis meses de 2021, a grande maioria a caminho das Ilhas Canárias no Oceano Atlântico.

Categorias
ÁfricaEspanhaMarrocosNotícia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments