Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

‘Ataque cibernético’ atinge ministério e ferrovia do Irã

Mulheres iranianas no metrô de Teerã, 10 de junho de 2020 [Stringer/AFP via Getty Images]
Mulheres iranianas no metrô de Teerã, 10 de junho de 2020 [Stringer/AFP via Getty Images]

O website do ministério do setor de transportes do Irã foi derrubado neste sábado (10) pelo que a televisão estatal descreveu como “interferência cibernética”, um dia após um suposto ataque do tipo contra a companhia pública de serviços ferroviários.

As informações são da agência Reuters.

Sistemas de computadores do Ministério de Rodovias e Desenvolvimento Urbano foram submetidos a um ataque que indisponibilizou o acesso aos portais e subportais digitais.

A imprensa iraniana, porém, não indicou se há suspeitos ou pedido de resgate para reaver os sistemas informatizados.

Na sexta-feira (9), o serviço de trens foi comprometido por postagens falsas de avisos de atraso nas estações, devido à ação de hackers. A empresa estatal de transportes sobre trilhos reiterou que as linhas transcorreram normalmente.

O Ministro de Telecomunicações Mohammad Javad Azari-Jahromi alertou no sábado sobre possíveis atentados cibernéticos via ransomware — isto é, softwares nocivos que demandam resgate —, a menos que vulnerabilidades fossem abordadas.

No fim de 2020, Teerã afirmou que hackers conduziram uma série de ataques de larga escala contra instituições públicas; contudo, sem detalhes sobre alvos ou suspeitos.

A república islâmica alega permanecer em alerta máximo contra atentados online e culpa Estados Unidos e Israel pelos incidentes. Em contrapartida, Washington e aliados acusam Teerã de tentar prejudicar ou invadir suas redes digitais.

LEIA: Ex-ministro de Israel é preso na fronteira Irã-Azerbaijão

Categorias
IrãNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments