Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Para a AIEA, ‘É fundamental continuar monitorando as atividades nucleares no Irã’

Diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Rafael Mariano Grossi, ouve o chefe da Organização de Energia Atômica do Irã, Ali Akbar Salehi, que participa virtualmente da 64ª Conferência Geral da AIEA em sua sede em Viena, Áustria, em 21 de setembro de 2020 [Aşkın Kıyağan/Agência Anadolu]

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) confirmou que o governo iraniano não respondeu ao acordo de monitoramento, destacando a necessidade de manter a verificação das atividades nucleares iranianas.

A agência da Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou em nota divulgada nesta sexta-feira que o Irã não respondeu à iniciativa de estender o acordo de controle de atividades nucleares, que expirou em 25 de junho, indicando: “É necessário que o Irã dê uma resposta imediata sobre esse problema”.

O diretor-geral da agência, Rafael Grossi, destacou a “importância vital” de continuar as atividades de verificação e monitoramento no Irã e de coletar dados sobre algumas instalações nucleares de acordo com as disposições do acordo.

AAIEA já havia chegado a um acordo técnico com o Irã em fevereiro de 2021 para monitorar as atividades nucleares no país, que foi prorrogado por um mês em maio.

Isso ocorreu depois que as autoridades iranianas decidiram suspender o Protocolo Adicional ao acordo de salvaguardas com a agência em resposta à recusa dos EUA em cancelar as sanções econômicas impostas ao Irã após o ex-presidente dos EUA Donald Trump se retirar do acordo nuclear com Teerã em 2018.

LEIA: Acordo nuclear deve esperar por novo governo do Irã, diz IAEA

Categorias
AIEAIrãNotíciaOrganizações InternacionaisOriente Médio
Show Comments
Show Comments