Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

267 migrantes irregulares são resgatados na costa da Tunísia

Migrantes de origem sul-asiática resgatados pela guarda nacional tunisiana e descansam no porto de el-Ketef em Ben Guerdane, no sul da Tunísia, perto da fronteira com a Líbia, em 24 de junho de 2021 [FATHI NASRI/AFP via Getty Images].

A Guarda Costeira Tunisiana resgatou ontem 267 migrantes irregulares que estavam a bordo de um barco perto da costa sul da cidade de Ben Gardane, perto da fronteira com a Líbia.

Mongi Selim, chefe do órgão subsidiário do Crescente Vermelho Tunisiano na Governação Medenine, disse à Agência Anadolu que 267 migrantes irregulares foram resgatados depois que o barco quebrou próximo à costa de Ben Gardane.

Selim disse que 264 dos migrantes são cidadãos de Bangladesh, enquanto os três restantes são egípcios, acrescentando que “os migrantes serão transferidos para um hotel na ilha de Djerba para quarentena”.

A costa sul da Tunísia é palco de operações quase diárias de resgate de migrantes irregulares, depois que seus barcos quebram no Mar Mediterrâneo quando se dirigem da Líbia para a ilha italiana de Lampedusa.

As taxas de imigração irregular via Tunísia aumentaram desde a revolução de janeiro de 2011, uma vez que os imigrantes aproveitaram a falta de segurança da época. No entanto, o fenômeno foi rapidamente refreado depois que as autoridades reforçaram a segurança das redes de contrabando.

Recentemente, a Tunísia testemunhou um aumento significativo no número de migrantes irregulares que se dirigiam para a Europa, especialmente para as costas da Itália, à luz da repercussão da crise econômica e política no país.

LEIA: Anistia critica Grécia por deportar brutalmente requerentes de asilo

Categorias
ÁfricaEuropa & RússiaItáliaLíbiaNotíciaTurquia
Show Comments
Show Comments