Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Egito recusa usar a segurança de Israel para proteger turistas

Bandeiras egípcias, em 25 de fevereiro de 2019, em Sharm El Sheikh, Egito [Dan Kitwood/Getty Images].

Egito e Israel não conseguiram chegar a um acordo sobre os termos para o reinício dos voos entre Tel Aviv e a cidade egípcia de Sharm El Sheikh, um destino turístico popular entre os israelenses, informou o site de notícias Prim Time Zone.

Citando a Corporação de Radiodifusão Israelense (Kan), o site informou que o Egito rejeitou um pedido para permitir que membros armados da segurança de Israel protegessem os turistas israelenses no Egito.

Israel quer que suas forças de segurança escoltem e protejam voos para destinos egípcios, acrescentou a empresa de radiodifusão.

Uma delegação de segurança israelense chegou à cidade egípcia de Sharm El Sheikh nesta terça-feira onde estão sendo realizadas negociações com as autoridades egípcias sobre o reinício dos voos entre Israel e a Península do Sinai do Egito, onde a cidade Sharm El Sheikh está localizada.

A península foi o alvo da Guerra dos Seis Dias de 1967 e da Guerra de Outubro de 1973 entre o Egito e Israel. O Egito restaurou sua soberania sobre a região após a guerra e o subsequente acordo de paz, o primeiro de seu tipo entre Israel e um país árabe.

LEIA: Sisi ordena aumento nas pensões do funcionalismo público

Categorias
ÁfricaEgitoIsraelNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments