Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Contrabandistas empacotam peixes mortos no Líbano para vender na Síria

Um carregamento de carpas mortas recolhidas ao longo das margens do reservatório de al-Qaraoun é despejado na parte de trás de um caminhão no local do incidente no distrito de Beqaa Ocidental do Líbano, em 29 de abril de 2021 [Joseph Eid/AFP via Getty Images]

Contrabandistas empacotaram toneladas de peixes mortos que chegaram às margens do rio Litani, no Líbano, e os contrabandearam para a Síria para serem vendidos como “peixes congelados”, informou a mídia libanesa.

De acordo com relatos da mídia, quase 40 toneladas de peixes chegaram às margens do rio Litani, perto do lago Qaraoun, devido a anos de poluição e infecção.

Logo depois que os peixes morreram, contrabandistas apareceram no rio para embalá-los antes de contrabandear para a Síria, onde seriam vendidos como “peixes congelados”.

Em resposta, o ministro do Comércio Interno e Proteção ao Consumidor da Síria, Talal Al-Barazi, pediu controles mais rígidos sobre o pescado e pediu às diretorias de proteção ao consumidor que testassem o pescado vendido em seus mercados para garantir sua conformidade com as especificações e condições sanitárias, e tomar as medidas judiciais contra quem infringe a lei.

LEIA: Líbano enfrenta nuvem de gafanhotos

Categorias
LíbanoNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Show Comments