Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Presidente da Turquia pede a reparação dos laços com o Egito

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, discursa durante coletiva de imprensa após a reunião do gabinete no Complexo Presidencial em Ancara, Turquia, em 1 de fevereiro de 2021. [Emin Sansar/Agência Anadolu]
O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, discursa durante coletiva de imprensa após a reunião do gabinete no Complexo Presidencial em Ancara, Turquia, em 1 de fevereiro de 2021. [Emin Sansar/Agência Anadolu]

A Turquia está trabalhando para reparar seus laços com o Egito e alguns Estados do Golfo e buscando cooperação em uma base de ganho mútuo, disse o presidente Recep Tayyip Erdogan na terça-feira.

“Nosso desejo é usar estas oportunidades de cooperação ao máximo e melhorar nossos laços em uma base ganha-ganha … A mesma situação também é válida para todos os países do Golfo”, relatou Erdogan à emissora estatal TRT Haber.

Ele explicou: “Temos um sério potencial de cooperação com o Egito em um amplo espectro de áreas desde o Mediterrâneo oriental até a Líbia”, acrescentando que ele “amava” o povo egípcio. “Portanto, estamos determinados a reiniciar este processo”.

Os laços turcos com o Egito e a Arábia Saudita têm sido tensos em vários assuntos, incluindo a hostilidade saudita e egípcia para com a Irmandade Muçulmana, que foi expulsa em um golpe militar após vencer as primeiras eleições democráticas do Egito, apoiando o caos e as milícias na Líbia contra o governo apoiado pela ONU, a questão das fontes de energia do leste do Mediterrâneo e o assassinato saudita do jornalista Jamal Khashoggi na Turquia.

Como parte dos esforços de reforma das relações, uma delegação turca manteve conversações com funcionários egípcios no Cairo no mês passado no primeiro contato direto entre os dois lados desde o golpe de Estado de 2013.

Enquanto isso, o ministro turco das Relações Exteriores, Mevlut Cavusoglu, manteve conversas em maio com seu homólogo saudita, o príncipe Faisal Bin Farhan, e ambos disseram que os dois países manteriam o diálogo.

LEIA: Duas empresas da Turquia irão operar três minas do Azerbaijão

Categorias
ÁfricaArábia SauditaEgitoEuropa & RússiaLíbiaNotíciaOriente MédioTurquia
Show Comments
Show Comments