Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Netanyahu alerta para quinta eleição em Israel, caso não forme governo

Primeiro-Ministro de Israel Benjamin Netanyahu discursa no Knesset (parlamento) em Jerusalém, 22 de dezembro de 2020 [Yonathan Sindel/AFP via Getty Images]
Primeiro-Ministro de Israel Benjamin Netanyahu discursa no Knesset (parlamento) em Jerusalém, 22 de dezembro de 2020 [Yonathan Sindel/AFP via Getty Images]

O Primeiro-Ministro de Israel Benjamin Netanyahu alertou nesta quarta-feira (24) que será encarregado de compor um novo governo ou pressionará por uma quinta rodada eleitoral em pouco mais de dois anos, reportou a imprensa israelense.

Pesquisas de boca de urna conduzidas por emissoras locais e resultados não oficiais preveem que o partido Likud, liderado por Netanyahu, conquistou 30 assentos no Knesset, mantendo-se como maior bloco parlamentar; porém, sem maioria clara para formar governo.

Segundo o jornal israelense Haaretz, com 90% dos votos apurados, Netanyahu ainda não tem um caminho livre para obter a maioria necessária de 61 assentos e instituir uma coalizão.

Em uma série de tuítes, Netanyahu alegou que não poupará esforços com todos os membros do Knesset para compor um governo “estável”. Escreveu: “É isso que nossos cidadãos esperam de nós, impedir uma quinta eleição e formar um governo bom e estável para Israel”.

LEIA: Netanyahu não está pronto para renunciar, apesar de outro impasse eleitoral

Prosseguiu: “Com a maioria, temos o dever de construir um governo israelense estável. Estenderei minha mão a todos os parlamentares que acreditam neste caminho; e não descarto ninguém. Espero que todos que creem em nossos princípios ajam de modo similar”.

Entretanto, Netanyahu exortou os partidos de direita a “juntar-se a nós no novo governo”, ao prometer “um governo de direita que cuidará de todos os cidadãos israelenses”.

A repórteres, o longevo premiê israelense contemporizou: “Vocês tocaram nossos corações. Este é o festival da democracia, um país feliz. Israel é um país onde o povo sorri”.

Segundo boca de urna, o partido de esquerda sionista Yish Atid, liderado pelo ex-ministro Yair Lapid, conquistou até então 17 assentos.

Questionado sobre o êxito eleitoral do adversário e ex-aliado, Netanyahu afirmou: “Cidadãos de Israel, obrigado! Vocês deram uma enorme vitória à direita e ao partido Likud sob minha liderança. O Likud é maior que o segundo maior partido com grande vantagem”.

Com quase todas as urnas apuradas, o bloco governista aproxima-se de 61 assentos, caso inclua o partido dissidente Yamina, liderado pelo também ex-ministro Naftali Bennett, que prometeu trabalhar com qualquer coalizão caso seja benéfica a Israel.

Os resultados finais devem ser anunciados nesta sexta-feira (26).

LEIA: A ‘conturbada ruptura’ de judeus americanos com Israel torna-se ainda mais conturbada

Categorias
Eleições israelensesIsraelNotíciaOriente MédioVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments