Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Tribunal do Irã condena ativista de direitos humanos do Azerbaijão

Ativistas iranianos Ali Azizi (dir.) e Eliar Hosseinzaddh (esq;) [CSHRIran/ Twitter]
Ativistas iranianos Ali Azizi (dir.) e Eliar Hosseinzaddh (esq;) [CSHRIran/ Twitter]

Um tribunal iraniano sentenciou na segunda-feira um ativista a seis anos de prisão por propaganda contra o regime sírio e adesão a uma frente de oposição, relata Anadolu.

Ali Azizi, um ativista azerbaijano de origem iraniana, foi preso um ano por propaganda contra o regime de Bashar al-Assad e cinco anos por filiação à Frente de Libertação Nacional do Sul do Azerbaijão (GAMAC), informou a Agência de Notícias de Ativistas de Direitos Humanos (HRANA).

Azizi pretende interpor recurso.

O jovem de 23 anos defendeu o direito à educação na língua materna juntamente com outros direitos constitucionais.

Anteriormente, uma multa de 500.000 riais iranianos (US$ 11,8 de acordo com a taxa de câmbio oficial) foi aplicada a ele junto com 20 chicotadas por interromper a ordem pública.

LEIA: Cortes dos EUA condenam iraniano a 23 meses de prisão por evasão de sanções

Categorias
Ásia & AméricasAzerbaijãoIrãNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Show Comments