Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel prende 466 palestinos só em outubro

A tensão aumenta entre a polícia israelense e os palestinos fora do Complexo da Mesquita de Al-Aqsa em Jerusalém Oriental em 29 de janeiro, 2020 [Mostafa Alkharouf/Agência Anadolu]
A tensão aumenta entre a polícia israelense e os palestinos fora do Complexo da Mesquita de Al-Aqsa em Jerusalém Oriental em 29 de janeiro, 2020 [Mostafa Alkharouf/Agência Anadolu]

Em outubro de 2020, o exército israelense prendeu 466 palestinos, incluindo 63 crianças e 16 mulheres.

Um relatório conjunto foi divulgado na quinta-feira pelo Clube de Prisioneiros Palestinos, a Associação de Apoio ao Prisioneiro Addameer e Direitos Humanos, a Comissão de Assuntos de Detidos (afiliada à Organização para a Libertação da Palestina) e o Centro de Informações Wadi Hilweh em Jerusalém Oriental.

O relatório indicava que o exército israelense prendeu 200 palestinos da cidade de Jerusalém, 70 de Hebron (sul), 34 de Ramallah (centro) e cinco da Faixa de Gaza, enquanto o restante dos presos eram de áreas da Cisjordânia .

De acordo com o comunicado, o número de detidos palestinos nas prisões israelenses é estimado em cerca de 4.500, incluindo 40 mulheres. O número de crianças detidas é de cerca de 170 e os detidos administrativos (sem acusação) chegam a 370.

LEIA:26 jornalistas palestinos são mantidos nas cadeias de Israel

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments