Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Mais de mil africanos migraram para o Iêmen em outubro

Migrantes africanos regulares são vistos em uma prisão em Taizz, Iêmen, em 25 de dezembro de 2019 [Agência Abdulnaser Alseddik/ Anadolu]
Migrantes africanos regulares são vistos em uma prisão em Taizz, Iêmen, em 25 de dezembro de 2019 [Agência Abdulnaser Alseddik/ Anadolu]

A Organização Internacional para as Migrações (OIM) anunciou ontem mais de mil migrantes africanos viajaram para o Iêmen em outubro por meio de rotas de contrabando marítimo

“1.038 migrantes entraram no Iêmen”, disse a IOM em um comunicado, acrescentando: “O número de casos de migrantes tem sido principalmente da Etiópia (93%) e Somalis (7%), com 88% dos rastreados indo para a Arábia Saudita e 12% para o Iêmen. Os migrantes são predominantemente do sexo masculino (82%), com 13% mulheres e 4% meninos e 1% meninas também entre os viajantes. ”

Do início de 2020 até 31 de outubro, um total de 34.160 migrantes chegaram ao Iêmen vindos do Chifre da África, de acordo com dados da ONU.

O Iêmen está em conflito desde 2014, quando os Houthis tomaram Sanaa, a capital, e depois grande parte do norte do país.

A luta aumentou em março de 2015, quando a coalizão liderada pelos sauditas interveio para restaurar o governo do presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi. Foram levantadas preocupações sobre as violações dos direitos humanos cometidas por ambos os lados do conflito

LEIA: Imigrantes etíopes relatam tortura e mortes em centros de detenção sauditas

Categorias
ÁfricaArábia SauditaEtiópiaIêmenIOMNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioSomália
Show Comments
Show Comments