Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Líderes do Hamas e Fatah emitem notas conflitantes sobre a reconciliação

Azzam Al-Ahmad (à direita), líder do partido palestino Fatah, e Saleh al-Arouri (à esquerda), vice-presidente do gabinete político do Hamas, encontram-se no Cairo, Egito, em 12 de outubro de 2017 [Ahmed Gamil/Agência Anadolu]
Azzam Al-Ahmad (à direita), líder do partido palestino Fatah, e Saleh al-Arouri (à esquerda), vice-presidente do gabinete político do Hamas, encontram-se no Cairo, Egito, em 12 de outubro de 2017 [Ahmed Gamil/Agência Anadolu]

Membros de alto escalão do Hamas e Fatah recentemente emitiram notas conflitantes sobre os esforços de reconciliação entre os representantes palestinos.

Na segunda-feira (19), Azzam Al-Ahmad, membro do Comitê Central do Fatah, afirmou em entrevista à rede Al-Ghad, ligada ao ex-colega de partido Mohammed Dahlan, que o Hamas é de fato responsável por obstruir a reconciliação.

“O Hamas ainda não enviou sua resposta sobre a reconciliação e a realização de eleições”, alegou Al-Ahmad, ao reiterar que, após o recente encontro do movimento na Turquia, o Hamas deveria submeter seu consentimento para conduzir novas eleições, como acordado.

Al-Ahmad afirmou que, após a reunião em território turco, recebeu um telefonema de Musa Abu Marzouq, líder do Hamas, solicitando uma lista de novas demandas não consentidas previamente.

LEIA: EUA pediram a regimes árabes que deixem de apoiar a Autoridade Palestina, afirma Hamas

Os comentários de Al-Ahmad contradizem seu colega de Fatah e Secretário-Geral do Comitê Central, Jibril Rajoub, além do vice-presidente do gabinete político do Hamas, Saleh Al-Arouri. Ambos declararam que as “coisas estão caminhando na direção correta”, ao comentar sobre a reconciliação.

Rajoub destacou recentemente que os acordos entre as facções palestinas permanecem os mesmos, de modo que os distintos grupos “continuam a trabalhar segundo os resultados das reuniões de secretariado das facções palestinas, conduzidas sob presidência de Mahmoud Abbas, além dos consensos de Istambul”.

Não obstante, Al-Arouri enfatizou em comunicado de imprensa que continua o diálogo construtivo e positivo entre Fatah, Hamas e outros representantes palestinos, “a fim de chegar a um acordo abrangente, para uma rota nacional capaz de conquistar a desejada parceria e implementar a habilidade do povo palestino em enfrentar desafios e conspirações.”

LEIA: O Fatah traiu a revolução palestina?

Categorias
NotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments