Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Secretário de Defesa dos EUA realiza turnê de segurança no Norte da África

Secretário de Defesa dos Estados Unidos Mark Esper, em Bruxelas, Bélgica, 13 de fevereiro de 2020 [Dursun Aydemir/Agência Anadolu]
Secretário de Defesa dos Estados Unidos Mark Esper, em Bruxelas, Bélgica, 13 de fevereiro de 2020 [Dursun Aydemir/Agência Anadolu]

O Secretário de Defesa dos Estados Unidos Mark Esper visitará nesta semana uma série de países do Magreb, em turnê que pretende asseverar o compromisso de Washington com a segurança da região.

Esper deverá debater formas de estimular a cooperação no combate a organizações radicais. O secretário americano será o primeiro chefe do Pentágono a visitar a Argélia em 15 anos, segundo a rede Sky News.

Trata-se da primeira viagem de Esper à África desde que assumiu o cargo, indicado pelo Presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

Hoje (30), pousou na Tunísia e encontrou-se com o Presidente Kais Saied e o Ministro da Defesa Nacional Ibrahim Bartaji. Então,discursou  no Cemitério Americano do Norte da África, em Cartago, onde estão enterrados soldados americanos mortos na região durante a Segunda Guerra Mundial.

Um oficial militar dos Estados Unidos afirmou que o objetivo da visita de Esper à Tunísia é fortalecer relações com este aliado “majoritário” na região, ao discutir ameaças impostas ao país por grupos extremistas, como Daesh (Estado Islâmico) e Al-Qaeda.

Outro tópico da reunião entre ambos os países, segundo a fonte, é a “instabilidade regional exacerbada por avanços malignos feitos por China e Rússia no continente africano”.

Esper chegará a Argel, capital da Argélia, nesta quinta-feira (1°) e deverá reunir-se com o Presidente Abdelmadjid Tebboune, também incumbente do Ministério da Defesa e do Comando das Forças Armadas.

A turnê de Esper encerra-se em Rabat, capital do Marrocos, na sexta-feira (2), onde discutirá formas de “fortalecer cooperação bilateral” no campo de segurança.

LEIA: Marrocos afirma que não haverá paz sem garantir os direitos palestinos

Categorias
ÁfricaArgéliaÁsia & AméricasEstados UnidosMarrocosNotíciaTunísia
Show Comments
Show Comments