Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Descoberta de gás natural na Turquia é celebrada por países aliados

Barco de perfuração Fatih navega nas primeiras horas da manhã, pela costa de Istambul, Turquia, 9 de abril de 2020 [Emrah Yorulmaz/Agência Anadolu]
Barco de perfuração Fatih navega nas primeiras horas da manhã, pela costa de Istambul, Turquia, 9 de abril de 2020 [Emrah Yorulmaz/Agência Anadolu]

Palestina, Azerbaijão e Ucrânia congratularam a Turquia neste sábado (22) pela descoberta de grandes reservas de gás natural no Mar Negro, conforme informações da agência Anadolu.

O Presidente da Autoridade Palestina Mahmoud Abbas cumprimentou o Presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan por telefonema, reportou a Diretoria de Comunicações do governo turco, em nota oficial.

Abbas classificou o êxito turco como êxito também da Palestina. Erdorgan reiterou o apoio de Ancara à causa palestina. Os líderes discutiram laços bilaterais e desenvolvimentos regionais, segundo a declaração.

O Ministro de Relações Exteriores do Azerbaijão Jeyhun Bayramov telefonou ao chanceler turco Mevlut Cavusoglu, a fim de parabenizá-lo pela descoberta significativa, de acordo com fontes diplomáticas.

O Presidente do Azerbaijão Ilham Aliyev enviou uma carta a Erdogan para saudá-lo pela descoberta, afirmou em nota o gabinete azerbaijano. Segundo Aliyev, o êxito recente é sinal do potencial industrial e dos poderes da Turquia, em particular, sobre passos relevantes no campo de segurança energética.

LEIA: Turquia descobre recursos naturais de energia no Mar Negro

“Acredito que os laços de irmandade e amizade entre Turquia e Azerbaijão continuarão a se fortalecer e implementar”, concluiu Aliyev.

Por telefone, o Presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky congratulou Erdogan e expressou esperanças de que as reservas de fato beneficiem a Turquia, prosseguiu a nota da Diretoria de Comunicações da Turquia.

Erdogan e Zelensky conversaram ainda sobre desenvolvimentos regionais e passos fundamentais para melhorar as relações bilaterais entre Turquia e Ucrânia.

O jornalista catariano Jaber Al Harmi afirmou no Twitter estar “contente” com o sucesso da Turquia. Em defesa de Erdogan, contrapôs: “Líderes árabes conspiram contra suas próprias nações e destroem seus próprios países.”

“Com a descoberta de novas fontes energéticas no Mar Negro, a Turquia fortalece sua posição pivotal para toda a região”, argumentou o pensador iraquiano Mohammed al-Kubaisi, em sua página do Twitter.

Muhammad al-Mukhtar al-Shinqiti (escritor da Mauritânia), Ania al Afandi (jornalista da Argélia) e Hamid al-Ali (sheikh kwaitiano) também parabenizaram a Turquia, via Twitter.

Mohamed Ghazi Ben Jemia, especialista tunisiano em questões energéticas, relatou à Anadolu que trata-se de uma descoberta majoritária que pode levar a novos potenciais e oportunidades no campo energético regional. Jemia enfatizou que a descoberta diminui a dependência externa do estado turco.

Erdogan anunciou na sexta-feira (21) que a Turquia descobriu cerca de 320 bilhões de metros cúbicos de reservas de gás natural após o barco de perfuração Fatih passar a operar na costa do Mar Negro, a partir de 20 de julho.

O presidente turco alegou que a descoberta é a maior na história do país e que seu governo pretende prontificar os recursos naturais em questão para uso público até 2023. Erdogan reiterou que mais reservas possivelmente serão encontradas em áreas próximas, na região do Mar Negro.

Categorias
Ásia & AméricasAzerbaijãoEuropa & RússiaNotíciaOriente MédioTurquiaUcrânia
Show Comments
Show Comments