Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Grupo dos EUA exige revelações da inteligência sobre assassinato de Khashoggi

Um manifestante segura um pôster retratando o jornalista saudita Jamal Khashoggi em 25 de outubro de 2018 [Yasin Akgul/ AFP via Getty Images]
Um manifestante segura um pôster retratando o jornalista saudita Jamal Khashoggi em 25 de outubro de 2018 [Yasin Akgul/ AFP via Getty Images]

A mídia dos EUA informou que na quarta-feira a Open Society Justice Initiative entrou com um processo exigindo que o escritório do Diretor de Inteligência Nacional (ODNI) divulgue descobertas de inteligência sobre o assassinato de Jamal Khashoggi.

No processo, a Open Society Justice Initiative disse que “a liberação imediata dos registros ODNI solicitados é fundamental para que o público avalie de forma adequada e oportuna a resposta do governo dos EUA ao assassinato do Sr. Khashoggi.”

A Open Society Justice Initiative busca revelar os nomes das pessoas que estiveram envolvidas no assassinato e daqueles que emitiram a ordem de assassinato do jornalista saudita.

No ano passado, a Voice of America informou que o Congresso dos EUA aprovou uma medida com apoio bipartidário exigindo que o ODNI fornecesse um relatório não confidencial sobre o assassinato de Khashoggi, incluindo um relato de quem foi o responsável e quaisquer indivíduos que tivessem conhecimento prévio.

Príncipe saudita MBS e a verdade sobre Khashoggi [Sabaaneh / Monitor do Oriente Médio]

Príncipe saudita MBS e a verdade sobre Khashoggi [Sabaaneh / Monitor do Oriente Médio]

Até agora, de acordo com o Middle East Eye, o ODNI divulgou apenas um relatório totalmente confidencial. A ODNI disse em um comunicado que não divulgará as informações publicamente para proteger “fontes e métodos”.

Em declarações à Voice of America, Amrit Singh, advogado envolvido no caso da Justice Initiative, disse que “não houve responsabilização. Apesar de uma série de evidências de que o príncipe herdeiro estava envolvido, ele essencialmente escapou da responsabilidade. ”

Singh reiterou: “É extremamente importante que esses registros sejam divulgados para que o público saiba a verdade sobre quem é responsável pelo horrível assassinato de Jamal Khashoggi e para que possa avaliar por si mesmo o encobrimento dessa verdade pelo governo Trump.”

O processo também dizia: “O conselheiro sênior da Casa Branca, Jared Kushner, continuou a defender o príncipe herdeiro e a descrever a Arábia Saudita como uma‘ aliada muito boa ’.”

LEIA: Príncipe saudita é convocado pelos EUA sobre tentativa de assassinato de agente

Ao mesmo tempo, o processo frisou que: “O debate público contínuo sobre a morte do Sr. Khashoggi indica que continua sendo um assunto de interesse urgente para o público.”

Categorias
Arábia SauditaÁsia & AméricasEUAEuropa & RússiaNotíciaOriente MédioTurquia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments