Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Bomba atinge comboio da coalizão liderada pelos EUA em Bagdá

Forças do exército dos EUA durante uma sessão de treinamento no campo Taji, ao norte de Bagdá, com soldados iraquianos em 6 de março de 2017 [SABAH ARAR / AFP via Getty Images]
Forças do exército dos EUA durante uma sessão de treinamento no campo Taji, ao norte de Bagdá, com soldados iraquianos em 6 de março de 2017 [SABAH ARAR / AFP via Getty Images]

Uma bomba na estrada atingiu um comboio da coalizão liderada pelos EUA perto da base Taji ao norte da capital iraquiana, Bagdá, ontem, informou o exército iraquiano.

A mídia do exército informou em um comunicado que a bomba tinha como alvo os veículos de uma empresa iraquiana que havia sido contratada para transportar equipamentos da coalizão. Como resultado, um dos recipientes foi queimado.

O ataque é o quinto desse tipo em um mês.

Em 11 de julho, homens armados não identificados atearam fogo a três caminhões que transportavam equipamentos logísticos e veículos militares, incluindo Hummers pertencentes às forças dos EUA e à coalizão internacional no governo de Diwaniyah.

LEIA: Trump disse que a presença das tropas dos EUA no Oriente Médio foi o “maior erro” da história do país

Ninguém assumiu a responsabilidade pelos ataques.

Facções xiitas armadas, incluindo as Brigadas do Hezbollah iraquiano, ameaçaram alvejar as forças dos EUA no Iraque se não retirarem do país.

Em janeiro, a maioria do parlamento iraquiano votou a favor do fim da presença militar estrangeira no país, após o assassinato do comandante da Força Quds iraniana, Qassem Soleimani, em um ataque americano perto do Aeroporto Internacional de Bagdá.

Categorias
Ásia & AméricasEUAIraqueNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments