Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Presidente do Irã pede investigação das consequências da explosão de Beirute

Presidente iraniano Hassan Rouhani em reunião do Conselho de Ministros em Teerã, Irã, em 10 de junho de 2020 [Presidência / Agência Iraniana / Agência Anadolu]
Presidente iraniano Hassan Rouhani em reunião do Conselho de Ministros em Teerã, Irã, em 10 de junho de 2020 [Presidência / Agência Iraniana / Agência Anadolu]

O presidente iraniano, Hassan Rouhani, pede que as repercussões da explosão que devastou o porto da capital libanesa Beirute na terça-feira sejam conhecidas.

Rouhani descreveu a explosão como um “acidente trágico que causou profunda tristeza no Irã”.

Em uma mensagem enviada ao seu colega libanês, Michel Aoun, ontem, o presidente iraniano expressou a disponibilidade de seu país para enviar ajuda médica ao Líbano, tratar os feridos e fornecer qualquer outra ajuda necessária.

O presidente do Parlamento iraniano, Muhammad Baqer Qalibaf, também confirmou a disposição da República Islâmica de prestar assistência humanitária às autoridades libanesas, informou a agência de notícias Fars.

Pelo menos 130 pessoas foram mortas e mais de 5.000 ficaram feridas em uma enorme explosão no porto de Beirute na terça-feira à tarde. A explosão poderia ser sentida tão longe quanto em Chipre.

LEIA: Israel e o uso da tragédia em Beirute

Categorias
IrãLíbanoNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments