Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Canadense preso no Egito em 2019 retorna para casa, mas precisa de tratamento médico

Engenheiro canadense, Yasser Albaz, retorna ao Canadá com a saúde debilitada, após sua libertação da prisão egípcia.

Yasser Albaz, engenheiro canadense preso no aeroporto do Cairo, ao tentar retornar de uma viagem de negócios, em fevereiro de 2019, foi libertado e voltou ao Canadá, mas precisa de tratamento médico, segundo relato de sua família à Reuters.

O Primeiro-Ministro do Canadá Justin Trudeau declarou em fevereiro deste ano que levou o assunto da prisão de Albaz a uma reunião realizada em Addis Ababa, capital da Etiópia, com Presidente do Egito Abdel Fattah el-Sisi.

“Estamos felizes em anunciar que Yasser Albaz foi solto por autoridades do Egito e chegou nesta manhã ao Aeroporto Internacional Pearson de Toronto”, anunciou nesta quinta-feira (2) Amal Ahmed Albaz, filha de Yasser. “Sua saúde se deteriorou e nossa prioridade máxima será seu tratamento médico”.

Em meados de 2019, a família de Albaz relatou que seu passaporte foi confiscado ao tentar embarcar em um voo para o Canadá. Um oficial egípcio alegou a ele que seu nome fora citado em inquérito.

Yasser Albaz permaneceu detido na infame prisão de Tora sem acusações.

leia: HRW pede ao Canadá que repatrie cidadãos presos no nordeste da Síria

O presidente egípcio é responsável por supervisionar uma campanha repressiva severa contra qualquer dissidência, contra oponentes liberais e islâmicos, que brevemente mantiveram o poder logo após a Primavera Árabe. Dezenas de milhares de pessoas foram presas.

Nem o Ministério de Relações Exteriores do Canadá, tampouco a Embaixada do Egito em Ottawa, dispuseram-se a comentar imediatamente sobre o caso.

Categorias
ÁfricaÁsia & AméricasCanadáEgitoNotíciaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments