Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Programa alimentar carece de suprimento de arroz, declara ministério do Iraque

Forças de segurança iraquianas distribuem alimento para pessoas em necessidade durante a pandemia de coronavírus (covid-19), em Bagdá, capital do Iraque, 13 de abril de 2020 [Murtadha Al-Sudani/Agência Anadolu]
Forças de segurança iraquianas distribuem alimento para pessoas em necessidade durante a pandemia de coronavírus (covid-19), em Bagdá, capital do Iraque, 13 de abril de 2020 [Murtadha Al-Sudani/Agência Anadolu]

O Iraque possui apenas 190.000 toneladas de arroz disponíveis em seus depósitos para seu programa nacional de racionamento alimentar, declarou o ministério do comércio do país em comunicado emitido ontem (30). As informações são da agência Reuters.

O país precisa de aproximadamente 1-1.25 milhão de toneladas de arroz por ano para conceder assistência ao programa.

Em março, o ministério iraquiano requisitou recursos do orçamento estatal para reunir quantidade equivalente a três meses de suprimento estratégico de trigo e arroz, à medida que o Iraque buscava conter o novo coronavírus.

ASSISTA: Estados Unidos tentam confiscar e devolver artefato iraquiano de 3.600 anos

No sábado, o ministério renovou apelos por mais fundos, ao afirmar que a disposição de tais suprimentos é crucial, apesar de “dificuldades” orçamentárias, pois muitos iraquianos “lutam para obter seu alimento diário, devido às árduas condições econômicas diante da crise de coronavírus”.

O Iraque, comprador majoritário de trigo e arroz no Oriente Médio, vivenciou grave impasse político após o ex-Primeiro-Ministro Adel Abdul Mahdi ser deposto por protestos populares em escala nacional, contra a corrupção e as condições de vida no país árabe, o que frustrou esforços para aprovar o orçamento estatal antes do início do ano oficial.

O quadro de grãos iraquiano, que recai sob o ministério do comércio, realiza editais internacionais regulares para importar trigo e arroz para o programa de racionamento, que também cobre outros itens, como óleo de cozinha, farinha e açúcar.

LEIA: Iraque recupera milhares de artefatos contrabandeados

Categorias
IraqueNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments